A Biofilia na Arquitetura

A Biofilia na Arquitetura

Novalternativa em 04 de maio de 2021 |

Novalternativa

Para a concepção de um bom projeto, o primeiro passo é conhecer o nosso cliente e/ou o usuário do espaço a ser desenvolvido.  

Neste mundo caótico em que estamos inseridos, em desordem, confusão e hoje mais acentuado, devido ao isolamento social forçado pela situação de risco que a pandemia nos impôs, as pessoas ficaram cada vez mais dentro de ambientes fechados, de suas casas e escritórios, totalmente isolados ou no convívio diário de um único grupo de pessoas. Essa rotina, dependendo de cada pessoa, tende a ser melhor ou pior, se comparada a qualquer profissional com os que estão na linha de frente contra o vírus, diariamente em uma UTI.

Tendo em conta que passamos cerca de 90% da nossa vida em ambientes internos (e no momento atual pode-se dizer que 100% do tempo), torna-se urgente trazer elementos naturais para o interior desses ambientes, de forma a aumentar as capacidades humanas e a proporcionar mais qualidade de vida a quem usufrui dos espaços.

A biofilia estuda o impacto dos ambientes e dos elementos naturais no bem-estar mental dos seres humanos. Nada mais é do que uma construção que usa menos energia, gera menos impacto ambiental e, ao mesmo tempo, que energiza as pessoas que a usam. O termo biofilia vem do grego bios, vida; e philia, amor, que significa “amor pela vida”. As pessoas se sentem confortáveis e inspiradas, realmente vivas e envolvidas nos lugares onde trabalham, aprendem e se restabelecem.

 Uma pesquisa da Universidade de Chiba, no Japão, dividiu 168 voluntários em dois grupos, metade passeando em florestas e os demais em centros urbanos. Os que tiveram contato com a natureza mostraram diminuição de 16% no cortisol (hormônio relacionado ao estresse), 4% na frequência cardíaca e 2% na pressão arterial.

Na Holanda, pesquisadores do Centro Médico Universitário de Amsterdã perceberam que pessoas que vivem próximas da natureza diminuem em 21% as chances de desenvolverem depressão. Além disso, vale destacar também outros benefícios, como redução na ansiedade, melhora na qualidade do sono, na imunidade e nos problemas cardíacos e pulmonares.

Um estudo publicado pela Universidade de Queensland, na Austrália, mostrou que um escritório decorado com plantas é capaz de deixar os funcionários que ali habitam mais felizes. Tão importante quanto, foi verificar que a produtividade aumentou em 15%. Isso porque o paisagismo nos espaços corporativos deixa o lugar mais confortável e agradável de se frequentar dia após dia.

Aprendemos a cuidar da saúde física, mas ainda sofremos para encontrar maneiras de lidar com o estresse que a mente sofre. O bem-estar mental é uma das maiores preocupações da atualidade. Procure trazer elementos naturais para dentro de sua casa com formas, cores, texturas, sons e aromas. O que você acha de hoje parar cinco minutos e contemplar o canto dos pássaros ao olhar para uma árvore, mesmo que seja da janela da sua casa? Pense nisso e observe a paz e a felicidade que, dia após dia, essa atitude pode impactar em sua mente. Reenergize-se!

(Fonte: Arquitetura biofílica: reduz estresse e evita depressão. Veja mais benefícios! (verticalgarden.com.br))

 (Fonte imagem: Os benefícios da biofilia para a arquitetura e os espaços interiores. (archdaily.com.br))

 

Autora: Gianne de Lima Poletto

Arquiteta e Urbanista, Designer de Iluminação e Interiores, Graduanda em Neuroarquitetura.